ColunistasFernando de Miranda

SUSTENTABILIDADE UMA SOCIEDADE ou um processo em desenvolvimento

Cuidado com a sociedade sustentável, ser ou não ser sustentável. “Atualmente quase todas as sociedades estão enfermas. Produzem má qualidade de vida para todos, seres humanos e demais seres da natureza” (Leonardo Boff – Teólogo, escritor e filósofo brasileiro). Tudo o que existe e vive, precisa ser cuidado para continuar a existir e a viver. Sustentabilidade! Só se fala nela, e porque não falar , se até as crianças estão clamando, salvem o planeta terra. Mas, só falar não basta. Precisa-se de conscientização e comprometimento de todas, as autoridades, políticos e os seres vivos da terra, com ações reais. Por isso existem ou existiam os Conselhos Municipais que em muitas cidades funcionavam mesmo. E Jacuí, a quantas andam esses Conselhos, entre eles Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável Rural e do Meio Ambiente? Que se apresentem resultados, dê publicidade, mostrem à sociedade interessada e carente de informação. Sustentabilidade é terminologia da moda. O tema é assunto recorrente em eventos corporativos e matérias nos principais veículos de comunicação. Pesquisei em sites como os dos Institutos Akatu e Ethos, são ótimas fontes de informação atualizadas. Os debates sobre sustentabilidade avançam em diversos setores da sociedade, serão cada vez mais com o potencial das novas gerações. Bonito ver as Escolas, fazendo frases e desenhos sobre o tema. Uma definição simples: Sustentabilidade é o desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades. Significa atingir agora, um nível satisfatório de desenvolvimento social, econômico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, uso razoável dos recursos da terra e preservando as espécies e os habitats naturais como a água, o solo, a fauna, a flora e o clima que dão fundamento à qualidade de vida no campo e nas cidades, bem como o saneamento básico, tão básico e necessário para uma vida saudável. Intervenções do ser humano afetam o equilíbrio dos ecossistemas. A sustentabilidade é uma conta que tem que ser paga por todo mundo, inclusive as gerações futuras, especialmente elas. Um desafio e tanto para nós. Mais uma colaboração de “Leonardo Boff” em seu livro saber cuidar: A negação do cuidado essencial, assim como a pior doença é negar a sua existência, de forma semelhante, a pior aberração do cuidado é sua negação. Como conseqüência, o ser humano se entrega totalmente à lógica do modo de ser do trabalho depredador, à vontade de poder sem freios, à auto-afirmação com exclusão dos outros e ao mau trato das pessoas, da casa, da coisa pública e de si mesmo.

FERNANDO DE MIRANDA JORGE
Acadêmico Correspondente da APC
Jacuí/MG
E-mail: fmjor31@gmail.com

Mostrar mais

Fernando de Miranda Jorge

Acadêmico Correspondente da APC Jacuí/MG - fmjor31@gmail.com

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo