Em altaNossa Cidade

Operação prende suspeitos de sequestrar tesoureira de agência bancária

O Ministério Público de Minas Gerais, através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Policia Militar, deflagrou na manhã desta sexta-feira (01) uma operação contra uma quadrilha que tentou assaltar um agência bancária em Carmo do Rio Claro (MG), no final de janeiro. Na ocasião, os criminosos sequestraram e fizeram a tesoureira do banco e os familiares dela reféns.

O MP-MG informou que foram expedidos 12 mandados em Jacuí, Guaxupé e Guaranésia, sendo cinco de prisão preventiva e sete de busca e apreensão. Todos os sete mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Dos cinco mandados de prisão, três foram cumpridos. Duas pessoas seguem foragidas. Segundo a PM, em Jacuí foi preso um homem de 27 anos, integrante da quadrilha e considerado de alta periculosidade.

“Foram efetivamente cumpridos sete mandados de busca e apreensão e, dos cinco mandados de prisão, três foram cumpridos, sendo que um dos mandados cumpridos hoje foi contra um foragido que já tinha mandado de prisão preventiva expedido contra ele, estava em fuga e as forças de segurança não conseguiam encontra-lo. Esse sujeito tem ligação com outro crime da mesma natureza praticado na região, então seja pelo cumprimento de 10 dos 12 mandados, seja pelo material probatório recolhido hoje eu considero uma operação muito exitosa”, afirmou o coordenador do Gaeco de Passos, Paulo Frank.

A investigação teve início após a prisão de suspeitos no envolvimento de crimes. De acordo com o MP, a operação Tormenta tem como objetivo combater o crime de extorsão mediante sequestro, mais conhecido como crime do sapatinho.  

Ainda de acordo com o MP, até o momento, foi apurado que pelo menos sete criminosos participaram do crime, sendo que dois deles foram presos em flagrante por policiais militares e civis. 

A ação foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), núcleo Passos, e pela Promotoria de Justiça de Carmo do Rio Claro, em conjunto com a Polícia Militar. A operação conta com a participação de três promotores de Justiça e 31 policiais militares. Foram empenhadas 11 viaturas.


Com informações da Polícia Militar e do G1/Sul de Minas


➡️ Receba as notícias através do grupo oficial do Portal Jacuí no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nossos administradores conseguirão fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. 👉 Clique aqui.

Etiquetas

Redação

O Portal Jacuí é um portal de comunicação que visa informar, entreter e promover cultura, educação e a consciência coletiva no Sul e Sudoeste de Minas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo