Região

Operação Torricelli prende ao menos 39 suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas em MG

Ao todo são 43 mandados de prisão, 39 foram cumpridos e portanto ainda há quatro pessoas foragidas.

A Polícia Civil realizou na manhã desta quinta-feira (02) a operação Torricelli, que teve como objetivo combater o tráfico interestadual de drogas e o crime organizado no Sul de Minas.

Foram presos ao menos 39 suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas em Campo Belo (MG) e região. Os alvos da operação estavam envolvidos com uma organização criminosa de venda de cocaína.

Além de Campo Belo, os 32 homens e sete mulheres foram presos em Lavras e Cana Verde, no Sul de Minas, e em Formiga, no Centro-Oeste do estado. Ao todo, foram expedidos pelo menos 46 mandados de prisão. Quatro pessoas seguem foragidas.

As investigações começaram há dois anos e foram feitas pela Delegacia de Repressão ao Tráfico de Drogas de Campo Belo. Segundo a polícia, todos os presos fazem parte da organização criminosa que trazia drogas do estado de São Paulo e vendia em Minas Gerais, principalmente na região Sul.

A informação da polícia é que o grupo foi o responsável por iniciar na região as vendas de cocaína em embalagens a vácuo, o que facilitava a distribuição. Segundo a polícia, o nome da operação é referente ao cientista que comprovou a existência do vácuo.

“Essa quadrilha trazia droga da cidade de São Paulo pra cá. Aqui, faziam a mistura e a embalagem numa máquina de embalagem a vácuo. Dessa forma, a droga ficava muito compactada e evitava também que fosse presa pelo cheiro”, explicou o delegado José Rubens Nogueira Neto.

Os policiais apreenderam veículos, que eram usados no comércio de drogas ou comprados com o dinheiro do tráfico. Cerca de 120 policiais dos departamentos de Lavras (MG) e Divinópolis (MG) participaram da operação. Os presos serão levados para o presídio de Campo Belo.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo