Economia

BDMG amplia os desembolsos e fomenta a indústria cafeeira em Minas

Desembolso foi de R$244 milhões no ano/safra 2018/2019.

Nesta sexta-feira (24) o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) anunciou um aumento de 37% no volume de desembolsos do Funcafé- Fundo de Defesa da Economia Cafeeira, em relação ao período anterior.

Foram destinados R$ 244 milhões ao setor para o ano/safra 2018/2019. Somando os quatro últimos anos/safras, o Banco desembolsou R$ 617 milhões. Os recursos do Funcafé financiam a estocagem e aquisição de café, além de capital de giro para cooperativas, indústrias de torrefação e de café solúvel.

O estado de Minas Gerais, responde atualmente, por 50% da produção nacional do café e da área destinada ao grão no país. Minas também é responsável por 70% das exportações de café, com vendas para países como EUA, Alemanha, Japão, Itália e Bélgica. O café é o principal produto da lavoura mineira (32%).

O gerente de Negócios Ronaldo Amaral ressalta a importância do setor de café para o BDMG.

“Apoiamos as empresas do setor de maneira abrangente com atendimento personalizado e expertise em repasses de recursos federais. E faz parte da nossa estratégia seguir ampliando o apoio ao setor”, afirma.

Os resultados do BDMG revelam o trabalho desenvolvido para fomentar a economia mineira, apoiando o crescimento de um setor onde Minas Gerais tem protagonismo.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo